quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Ciranda da Bailarina - Adriana Calcanhoto

videoPODE ATÉ PARA COISA DE CRIANÇA, MAIS ESSA MUSICA EMBALA NOSSO SONHO, NOSSAS CONVERSAR E QUANDO ESTAMOS SEM NOS FALAR, ELA MEIO QUE NOS MANTER LIGADOS, POR SEMPRE ESTAMOS CANTAROLANDO-A .

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

O SONHO.....


Ana Clara resolveu fazer uma surpresa para Guilherme. Por telefone, alugou uma casa linda, na Praia do Sonho em Santa Catarina, um chalé super lindo, acolhedo, bem certo para uma lua de mel.Fez todas as reserva.Comprou sua passagem e partiu para viver um momento diferente, quente.Na bagagem levava medo, alegria, sonhos, e uma vontade enorme de viver um momento diferente e único.

Chegando a praia, foi à casa alugada, que realmente era linda, arrumou tudo com flores, musica, suco porque Guilherme não toma vinho, sais na banheira, incenso para da um aconchego na casa.

Mais faltava ainda a razão da viagem de Ana, ligou seu pc, com o coração aos pulos, falou com Guilherme, como sempre tinha mensagens lindas e carinhosas.

Ai, disse a ele que estava com um problema, que precisava da sua ajuda, passou lhe um endereço e pediu que ele fosse até lá, vê para ela como era a casa, porque uma amiga queria viajar para essa praia, mais não sabia se a casa da Net realmente era tudo aquilo que se anunciava.

Guilherme, mesmo a contra gosto, deixou de falar com Ana, e foi lhe fazer esse favor.Enquanto isso Ana preparava tudo, esperando aquele que parecia ser sua alma gêmea. 30 minutos depois, a Campânia toca, o coração de Ana, do outro da porta estava a pessoa que tinha feito com que ela fizesse toda essa loucura, aquele que mesmo a distancia despertava os mais ardentes prazeres.

Guilherme ficou parado, sem saber o que disser, o que fazer, não conseguia acreditar que a sua frente estava à mulher que durante 15 dias, fez com que ele voltasse a sonhar, a viver novamente,e sentir o prazer em seu corpo.As primeiras palavras foram meio que sem sentido, fizeram o que esperam durante todo esse tempo, se abraçaram longamente e sentaram para conversar, precisavam saber se toda aquela química era verdadeira ou só existia na Net. Perceberam que não, o assunto fluir com naturalidade, parecia que se conhecia há anos.

Guilherme não parava de disser que Ana era maluca, louca, que nunca esperava por isso, mais que tinha adorado tudo.Saíram para passear, estavam nervosos como primeiro namorados, quando saem pela primeira vez, aos pouco o nervoso foi passando, e os dois começaram a curtir o momento.Passearam de mãos dadas, sentaram para ver o entardecer, e o que estava sendo aguardado durante todos esses dias, aconteceu.

Olharam-se, tocaram se , faltava palavras para essa hora, mais como já disse o poeta "O beijo é o truque agradável que a natureza criou para interromper a conversa quando as palavras se tornam superfulas”.Nesse momento a palavra era desnecessária, e o beijo se fez de uma forma bonita, que trazia todo o carinho, o respeito e o amor que esse casal vivia durante esse tempo que se conheciam virtual.Esse beijo vinha carregado de todo carinho que eles só trocava pela tela do computador, através de palavras, imagens e sonhos.

Agora ele estava ali, juntos, se tocando, se conhecendo, se desejando casa vezes mais.

Após matarem um pouco esse desejo que os consumiam, eles continuaram o passeio, brindado pelo mais lindo pôr do sol, já visto naquela praia, tudo e todos pareciam contagiado com o momento de paixão desse casal.

Retornou para casa, a mais linda cabana daquela região, um lugar que só poderia ser habitado naquele momento por pessoas que viviam um momento único e especial.Antes de entrar, porém, param à soleira da porta, trocaram beijos, e ali fizeram uma jura de que ao entrar, esqueceriam por um momento o mundo real, viveram naqueles dias, só os mundos deles, mundo esses habitados somente pelo dois, e que seria cheio do mais puro amor.

Ana, como toda mulher romântica, detalhista, pede mais um favor a seu amado Guilherme, que ele espere por 10 minutos, antes de entrar em casa, para que ela possa acabar de preparar tudo.Guilherme decide dar uma volta.

Após os mas longos 15 minutos do mundo, Gui volta, bate a porta, sendo recebido por Ana, que vestia o mais lindo espartilho preto, sapato de salto, e cabelos presos, como Guilherme sempre a descrevia, nos momentos em que eles se falavam pela Net.Guilherme lhe compra o mais lindo buquê já visto, e novamente ficou sem palavras diante de mais essa surpresa, daquele que ele disser ser perfeita para ele.

Sentaram no sofá, e Guilherme colocando Ana no seu colo, fazia as mais lindas declarações, tocando cada parte do corpo dela, de forma a deixa-la cada vez mais apaixonada.

Dessa forma, como não poderia deixar de ser Guilherme, leva Ana nos braço, para o quarto, que já foi preparado, da forma mais linda, para esse momento de paixão.Guilherme a deita na cama, e beijando-a, arranca dela, os mais longos suspiros de amor e prazer, Gui, um amante perfeito, consegue transforma, pequenos momentos, nos momentos mais lindo que um casal possa viver.

O amor acontece, entre beijos, toque, caricias, Amor esse que nasceu por acaso, em uma sala de bate papo, mais que agora, nessa casa linda, toda cheia de amor, de sonhos, faz com que esse amantes, possam viver cada momento de forma intensa e verdadeira.Onde o toque, o cheiro e o gosto do outro, completa de forma harmoniosa o momento vivido por eles.

Guilherme e Ana se amam intensamente, calorosamente.Fazem amor da forma mais linda já vista, se entregam verdadeiramente de corpo e alma um ao outro.Cada movimento deles parecia um só corpo, vivendo aquele momento único, que termina na forma máxima de prazer para ambos.

Depois de viverem todo esse prazer, continuam deitando, esperando os corações baterem novamente em ritmo normal, continuam juntos, colados, esperando que voltassem do mundo mágico em que foram levados pelo prazer.Através de toque, beijos e sussurros, eles continuaram conversando, sobre diversos assuntos, e a cada momento que passava eles sentiam que verdadeira foram feitos um para outro.

Ana adormece nos braços de Guilherme, que vela pelo seu sono, procurando guardar no seu pensamento cada forma do corpo de Ana, para que esse momento viva eternamente em sua memória e em seu coração.Mas, assim com Ana, ele também adormece.

Ana desperta Guilherme com beijos e carinhos.Sentam na cama, para saborear o lanche que Ana preparou com afeto.Mais mesmo no momento do seu lanche Gui não parava de elogiar a beleza de Ana, ele a contemplava como se fosse um súdito no momento de reverencia a uma divindade.Como sempre a conversa fluía de forma fácil entre eles, parecendo que já se conheciam há muitos anos.

Foram até sacada olhar as estrelas, ficaram abraçados, Guilherme retornou ao interior do quarto colocou uma musica estendeu suas mãos, em um convite silencioso, para que Ana viesse dançar com ele, e nesse momento os dois estavam abraços de maneira que Guilherme podia sentir o batimento do coração de Ana, e Ana sentiu o de Guilherme, passado esse momento serem um só corpo, se beijando ardentemente por um longo, e longo tempo.Tempo esse que parecia eterno, enquanto um estava nos braços do outro.Guilherme não parava de repetir a Ana que a amava, que ela era perfeita, e que se encaixa nele perfeitamente, e Ana a cada minuto, ficava mais encantada e apaixonada por Guilherme, de uma forma que ela nunca imaginou conseguir amar e ser amada.

Nesse misto de amor, loucura e desejo, o amor se deu novamente entre eles, agora de forma calma, sem a urgência de se conhecer, pois parecia que cada um já conheceu o corpo do outro há muito tempo.Amaram-se de uma forma pura, entre jura e palavras de amor, ao som das mais lindas canções.Canções essas que já tinha embalado, todas as conversar virtuais deles, e agora eram testemunhas da consumação desse encontro de almas perfeitas. Dessa forma carinhosa, após o amor, eles adormeceram nos braços um do outro, dormindo assim, de conchinha, e concretizado, um pensamento que eles tinham cada vezes que se despediam no mundo virtual, indo cada um para sua cama, carregado com sigo, as lembranças de cada um.

No dia seguinte, Guilherme levantou mais cedo, preparou um café e levou para sua amada, Guilherme parou na beira da cama, e antes de acorda-la ele parou, contemplando seu corpo nu, por longo tempo, tentando dessa forma guardar em sua memória, cada parte do corpo de Ana.

Como os dois viviam em perfeita sintonia Ana despertou, olhando para Guilherme, e deu a ele o mais belo sorriso de agradecimento, por ele existir, e por ter deixado ela entrar na sua vida dessa forma avassaladora.

Depois do café, saíram para passear na praia, Guilherme apresentava a beleza do local a Ana, os dois riam feito crianças.Guilherme usado todo seu charme e seus conhecimentos construíram para Ana o mais belo castelo de areia, assim como na Índia, que castelo são forma exemplificar o amor, Gui, demonstrou dessa forma puro e ingênuo todo seu carinho, admiração e amor por Ana.È assim foi o dia de Guilherme e Ana.Ficaram longo períodos, trocando sem cansar juras de amor e carinho, terminando seu dia vendo um lindo pôr do sol, na Praia do Sonho.

Voltando ao mundo real Guilherme e Ana viram que tudo isso não passava de um lindo sonho do mundo virtual.

.


Viver um AMOR VIRTUAL e muito dificil, falta toque, cheiro,gosto, o olho no olho.Eu e o Gui suprimos essa ausencia com frase de carinho.
Demostração de Amor de Ana...

Mensagens de Carinho

Um amor Impossível

Um sonho, um romance, um desejo, uma paixão, como o sol, que declara seu amor pela
lua, mas ambos não tem como se encontrar, mas isso não apaga o seu amor por ela,
mesmo assim continua enviando a sua luz, e ela no seu resplendor, a reflete linda
potente, fria, recebe e transmite a luz do amado, cheia, perfeita, admirada por todos,
seu amado O Sol, em toda sua formosura, toda sua beleza, imponente, viril, forte, não
tem quem atente fixar os olhos nele, a distancia entre os dois, uma barreira, apenas se
encontram por alguns instantes de tempos em tempos, um encontro lindo, uma
declaração de amor e paixão, acompanhada por todos, o mundo olha contempla, muitos
choram e vibram não tem quem não olhe esta perfeição de encontro, lindo maravilhoso
apaixonante, é um pequeno período, mas esperado ansiosamente minuto a minuto, e, logo
logo em poucos instantes, afastam-se um do outro, para mais um período de distancia e
solidão, apenas se olhando, ao longe o sol enviando a sua luz, que nunca se apaga, e
ela no seu charme, entre uma fase e outra, resplandece a luz recebida, ambos, se amam,
mas um amor proibido, difícil de ser atingido, um amor impossível.


te adoro . beijos

Uma das formas de Carinho recebida de Gui...


Admiramos a beleza de uma flor...........

Mas , nunca a beleza da sua semente

Adoramos colher a mais bela flor..........

Mas, nunca pensamos em a semear
Tudo o que é grande na vida

nasce do mais pequeno ser...

Quando vires uma flor pensa nisto......

com carinho para minha ursinha


Como esta rosa amarela vc é unica.

obrigado por voce existir

beijo

de

seu

Ursão

O encontro...

Ana Clara, uma jovem noiva, estava em casa numa noite de sexta-feira, porque seu noivo estava viajando a trabalho, encontrou na Net, um texto que a fez pensar em sua vida:

TREM DA VIDA

Há algum tempo atrás, li um livro que comparava a vida a uma viagem de trem. Uma leitura extremamente interessante, quando bem interpretada.

Isso mesmo, a vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em outros.

Quando nascemos, entramos nesse trem e nos deparamos com algumas pessoas que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco: nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituível... Mas isso não impede que, durante a viagem, pessoas interessantes e que virão a ser super especiais para nós, embarquem.

Chegam nossos irmãos, amigos e amores maravilhosos.

Muitas pessoas tomam esse trem apenas a passeio. Outros encontrarão nessa viagem somente tristezas. Ainda outros circularão pelo trem, prontos a ajudar a quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros tantos passam por ele de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém nem sequer percebe.

Curioso é constatar que alguns passageiros que nos são tão caros acomoda-se em vagões diferentes dos nossos; portanto, somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles, o que não impede, é claro, que durante o trajeto, atravessemos com grande dificuldade nosso vagão e cheguemos até eles... Só que, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já terá alguém ocupando aquele lugar.

Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas... Porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem, então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com todos os passageiros, procurando, em cada um deles, o que tiverem de melhor, lembrando, sempre, que, em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisaremos entender porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, com certeza, haverá alguém que nos entenderá.

O grande mistério, afinal, é que jamais saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.

Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades... Acredito que sim. Separar-me de alguns amigos que fiz nele será, no mínimo dolorido. Deixar meus filhos continuarem a viagem sozinha, com certeza será muito triste, mas me agarro na esperança que, em algum momento, estarei na estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram... E o que vai me deixar feliz, será pensar que eu colaborei para que ela tenha crescido e se tornado valioso.

Amigo faça com que a nossa estada, nesse trem, seja tranqüila, que tenha valido a pena e que, quando chegar a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem.

Após a leitura desse texto, ela ficou a pensar em sua vida, se Augusto, seria a pessoa que foi destinada a fazer essa viagem com ela.

Sem nada para fazem, resolveu entrar numa sala de bate papo, assim passar o tempo, conversar um pouco e esquecer a saudade que estava de Guto.

Nesse site, encontrou um rapaz, que pareci ser legal, eles conversaram um pouco, ela saiu, não acreditava muito nessa coisa de mundo virtual.

No dia seguinte, como Augusto continuava a viajar, ela entrou novamente no seu PC, mais agora não na sala, só no seu msn, onde foi fazer um trabalho da sua pós-graduação, mandar um e-mail, e se distrair um pouco.

Mais o rapaz do dia anterior estava lá, começaram a conversar, e ela percebeu que o rapaz, Guilherme, era uma pessoa legal.Conversaram durante várias horas, tinham muitos assuntos em comum.Ana Clara já estava encanta com Guilherme.

Guilherme, psicólogo, mais velho que Ana Clara, e casado, mais sua esposa residia em outra cidade, pois o filho fazia faculdade, então eles tinham tempo de sobra para conversar.

Apesar de Guilherme achar que Ana Clara fosse uma “patricinha”, percebeu com o tempo que estava enganado, eles conversaram sobre vários assuntos, quando percebem já estava encanto um pelo outro.

Uma amizade que começou tão sem interesse, nesse mundo maluco de internet, se tornou algo mágico, onde passaram de uma amizade virtual, para algo mais intenso.Mais ainda no mundo virtual.

Essa paixão intensa, quente, maluca, verdadeira, faz com que Ana Clara se lembre do texto Par Perfeito:
Era uma vez um anjinho muito distraído chamado AMOREL, que recebeu uma incumbência de Deus:

- AMOREL, acabo de inventar os humanos. Eles estão classificados como homem e mulher, cada um tem seu par e já estão todos alinhados de par em par. Pegue esta bandeja de humanos e leve para que eles habitem a Terra.

AMOREL ficou contente, pois, há muito tempo, o Senhor não o chamava para tão nobre trabalho. O anjinho pegou a bandeja e ao virar uma esquina lá no céu, trombou com uma anjinha chamada AMANDA.

A bandeja voou longe, e todos os casais de humanos se misturaram.

AMOREL e AMANDA ficaram desesperados e foram contar para Deus o ocorrido e o Senhor falou: - Vocês derrubaram, vocês juntarão! Porém, parece que Deus se esqueceu que os anjinhos eram distraídos. E é por isso que a cada dia os casais se juntam e se separam. Os dois anjinhos trabalham incessantemente para que os casais originais se encontrem.

O trabalho é muito difícil, tanto é, que por muitas vezes eles juntam casais errados, pois os humanos espalhados ficam inquietos e cobra o serviço dos anjinhos, o tempo todo. Quando os humanos se mostram muito desesperado, os anjinhos unem dois desesperados, mas logo depois percebem o engano e os separaram, e por muitas vezes, esta separação é brusca, pois não se tem tempo a perder.

Recebi um bilhete dos dois anjinhos e vou mandar pra você agora.

"Se você é um humano, queremos pedir desculpas pela nossa distração, pois errar não é só humano! Estamos trabalhando com empenho, porém, sempre contando com a ajuda de vocês. Não se desesperem, mas também, não se isolem.

Tentem se mostrar realmente, quem é cada um de vocês, pois à medida que cada um mostrar o que é de verdade, vai tornar o nosso trabalho mais fácil. Aproveitamos a oportunidade, para nos desculpar pelas separações abruptas, sabemos que elas geram muito transtorno, mas se nós o separamos de alguém, é por que em algum canto vimos alguém bem mais parecido e por isso precisamos isolá-los para facilitar o encontro”.

Autor desconhecido


Refletindo sobre o texto, Guilherme e Ana Clara, tiveram algumas respostas.Descobriram que são realmente Alma Gêmeas, mais que por uma trapalhada o Anjinho Amorel, estão em lugares, tempo e com pessoas diferentes, que mesmo não sendo seus pares perfeitos, são pessoas especiais, que os completam também.

Então, decidirão que o melhor seria viver esse amor somente no mundo virtual, onde eles se amaram muito, trocou juras de amor, e-mail apaixonado, cartões melosos.

Você que já esteve apaixonado vai me entender, quando digo que Guilherme e Ana Clara viveram uma paixão intensa, ainda que virtual.

Eles passavam o tempo contando as horas em que ia se falar novamente trocavam longo e-mail.Que falavam da saudade, e do amor de cada um.

Sofriam com a angustia de esperar o outro ficam on-line, tinha o frio na barriga, quando o outro entra e dissia apenas um Oi.Viver uma paixão no mundo real já e difícil, vocês não imaginam com é estar apaixonado virtual.

Falta tudo, falta o toque, o cheiro, o gosto do outro, Falta olhar no olho, para disser Eu Te Amo.

Mais Guilherme e Ana Clara, apesar de sofrem com a distancia, estavam felizes em saber que se amavam.

A primeira noite de amor de Gui e Ana foi perfeita apesar da distância.

Ana, super detalhista, preparou músicas, frases, imagens, que deixaram Guilherme encantado cada vezes.Ele repetia a cada momento que ela era perfeita, especial.E Ana cada vezes mais amava mais Guilherme, e como tinha que ser, eles se amaram, virtual.Onde falta o toque, mais a imaginação de dois apaixonados, torna real, cada palavra, cada frases, Então era fácil para ela, sentir o toque de Guilherme em seus seios.

A imaginação de Guilherme também ia longe, ao ler e ouvir o que Ana o escrevia, suas sensações eram de puro prazer.Ele sentia que sempre que se amavam era como se fosse sua primeira vez.A sensação de prazer era tão intensa que Guilherme, nos seus momentos de amor sentia o corpo de Ana ao seu lado, sentia seu cheiro, sentia o toque das mãos de Ana em seu corpo, era como se naquele momento não estivesse no mundo virtual, e sim se amado intensamente no mundo real.O sentimento de prazer era tão real que Ana e Guilherme conseguia consumar seu prazer no mundo virtual, como todo casal apaixonado consegue no mundo real.

Esse amor bonito, sincero, e eterno acontece somente no mundo virtual.Onde duas pessoas que se reencontram, por acaso, duas pessoas que se completam em tudo, não podem viver esse amor.Pois estariam magoando, as pessoas que são seus companheiros nessa viagem de agora e que eles tanto amam.Por isso, resolveram deixaram esse sonhos, essa paixão, para serem vividas em outras vidas.Pois eles sabem que Alma Gêmea são pessoa com a qual você se relacionou em várias encarnações. Com ela experimenta sentimentos profundos como o amor e a amizade, além de aprendizagem e evolução mútuas.
Laços fortes e profundos uniram suas almas, pois estiveram juntos nos melhores e nos piores momentos de suas existências compartilhando alegrias, tristezas, lágrimas e sorrisos, falhas e acertos. Desta forma, a cada nova experiência numa encarnação os laços se fortaleceram.

Por isso, Guilherme e Ana Clara, esperam poder viver esse amor em outras vidas.

Autora Desconhecida.